Quinta, 14 Dez 2017
 
 
Pesquisas e estudos científicos

altEstudos e pesquisas científicas

Para aqueles que desejam aprofundar seus conhecimentos sobre os recursos naturais e culturais de Guaratuba, Itaguaré e outras áreas de Bertioga, a Federação selecionou alguns estudos que podem ser acessados pelos links abaixo. São pesquisas científicas particularmente úteis para professores de Bertioga em suas atividades de educação ambiental e cultural.


1. Nas bacias dos Rios Itaguaré e Guaratuba estão as áreas com cobertura vegetal de restinga mais bem preservada de do litoral paulista. Essa cobertura vegetal tem importância geológica ímpar, pois numa estreita planície costeira afloram todas as unidades quaternárias existentes no litoral, algumas encontradas somente em Bertioga. Vários estudos revelam a importância ambiental da região, entre eles destacam-se os da Dra. Célia Regina de Gouveia Souza, da USP e Instituto Geológico de São Paulo. Profunda conhecedora dos recursos naturais de Guaratuba, a Dra. Célia Regina coordena, desde 2005 aos dias atuais, várias equipes de pesquisadores na região. A Federação destaca apenas alguns desses estudos que podem ser acessados pelos link www.igeologico.sp.gov.br/downloads/revista_ig/29_1.pdf ou pelos títulos das pesquisas:

1.1. Formações Florestais de Planície Costeira e Baixa-Encosta e sua Relação com o Substrato Geológico nas Bacias dos Rios Itaguaré e Guaratuba.

1.2 Relações entre o Substrato Geológico, os Condicionantes Edáficos e Hídricos e as Formações Florestais de Planície Costeira em São Paulo nas Bacias dos Rios Itaguaré e Guaratuba.

1.3 Atual caracterização ambiental integrada, risco ecológico e sustentabilidade ambiental dos micro-biomas remascentes da plánície costeira e baixa encosta no município de Bertioga.

1.4 Atual avaliação da sustentabilidade ambiental dos fragmentos de maciços florestais da planície costeira e baixa encosta de Bertioga.

1.5 Atual avaliação da diversidade florística e estrutura vegetacional arbórea ocorrente nos microbiomas da planície costeira de Bertioga.


1.6 Atual análise de comportamento hídrico nas unidades geológico-geomorfológicas quaternárias da Bacia do Rio Guaratuba.

1.7 Solos associados aos ambientes sedimentares quaternários e às fitofisionomias de planícice costeira e baixa-encota nas bacias dos Rios Itaguaré e Guaratuba.

 

  

2.Relatório de áreas de soltura e monitoramento de espécies silvestres, do Ibama.
Mostra a Unidade de Reintrodução e Soltura de Animais Silvestres, localizada na Associação Residencial Guaratuba, coordenada pelo Biólogo José Luiz Galimberti Vieira Araújo, sob orientação do Ibama.
www.ibama.gov.br/fauna-silvestre/wp-content/files/1a_revta_areas_soltura_ibama_sp.pdf


3. Evolução do relevo da Serra do Mar a partir da captura fluvial do Rio Guaratuba, da Profa. Dra. Deborah de Oliveira e Prof. Dr. José Pereira de Queiroz Neto, do Departamento de Geografia Física da USP.www.geografia.fflch.usp.br/Artigo_Deborah_e_Jose_pdf

4. A captura do alto Rio Guaratuba, da Profa. Dra. Deborah de Oliveira
www.teses.usp.br/disponiveis/8/8/35


5. Fatores formadores da paisagem litorânea: a bacia do Rio Guaratuba, do Prof. Dr. Márcio Rossi e Prof. Dr. José Pereira de Queiroz Neto.
www.geografia.fflch.usp.br/publicacoes/RDG/RDG_14/RDG14_Queiroz.pdf


6. Evolução Quaternária e distribuição de partículas nos solos de ambientes sedimentares em manguezais de Guaratuba, do Professor Valdomiro Severino de Souza Junior, da Esalq/USP e pesquisadores europeus.
www.scientificcircle.com/pt/45879/evolucao-quaternaria-distribuicao-particulas-solos-ambientes/

7. A transmissão do conhecimento entre os Índios do Ribeirão Silveira
Prof. Dr. Waldemar Ferreira Neto, da USP
www.fflch.usp.br/dlcv/lport/pdf/WFNetto03_EducInd03.pdf


8. Publicações sobre estratégias para uso sustentável dos recursos naturais, "Florestais Culturais" e educação ambiental, do Núcleo de Apoio à Pesquisa sobre Populações Humanas em Áreas Umidas Brasileiras (Nupaub), da USP.
www.usp.br/nupaub/


9. Serviços Ecossistêmicos e sua importância para o sistema econômico e bem-estar humano, dos pesquisadores Daniel Andrade e Ademar Romeiro, da Unicamp
www.eco.unicamp.br/docdownload/publicacoes/textosdiscussao/texto155.pdf