Quinta, 14 Dez 2017
 
 
Caranguejo uçá: ´mamãe´ do manguezal
Quase 70% dos peixes consumidos no mundo dependem dos manguezais para sobreviver e o caranguejo é figura central nesse ecossistema. É ele quem ´prepara´o alimento que irá garantir a sobrevivência de camarões, robalos, linguados, anchovas, tainhas, ostras e outras espécies até a idade jovem, quando rumam em direção aos oceanos.

Os caranguejos úça, espécie presente em Bertioga, alimenta-se principalmente de folhas e raízes dos mangues, as quais são trituradas pelos animais. Em paralelo, abrem tuneis e tocas nos manguezais promovendo a oxigenação desses ambientes. A trituração e a oxigenação promovidas pelos caranguejos aceleram a degradação dos resíduos orgânicos quase três vezes mais do que na atmosfera. Assim, os filhotes do mar recebem os nutrientes adequados e necessários para atingirem a fase jovem. Aves como garças, guarás, biguás e fragatas e mamíferos como o mão-pelada e guaxinim, também dependem do caranguejo para viver.

Além da importância ambiental, o caranguejo também tem importância econômico-social para muitas comunidades caiçaras. Além da carne, que é o principal produto de comercialização, são extraídos dos caranguejos substâncias utilizados na produção de anticoagulantes e cosméticos.  
Ucides cordatus é o nome científico do caranguejo úça. Segundo estudos, a palavra cordatus significa com características do coração. 

Fonte: Prefeitura de Bertioga; Estudos de G.G. Castilho Westphal da UFPR r frGustavoYomarHattori, Unesp Jaboticabal
 
next
prev